tecnologia na gestão de projetos e obras
06 set 2018

Qual o impacto da tecnologia na gestão de projetos e obras?

Talvez você nem perceba, mas a tecnologia na gestão de projetos e obras já é bastante comum. Além dos softwares de gerenciamento, os próprios dispositivos móveis — como tablets e smartphones — contribuem com a mobilidade e o fluxo de informações. Porém, outros impactos importantes podem ser sentidos devido a essa revolução digital.

Há melhorias em relação à sustentabilidade, à agilidade das obras e ao controle de prazos. Da mesma forma, existe um impacto significativo na confiabilidade das informações, que ajudam a subsidiar decisões acertadas, e trazem eficiência e produtividade.

Para entender melhor esse contexto, neste post vamos abordar sobre a importância das inovações tecnológicas em projetos e obras. Apresentaremos a evolução dos recursos, seus impactos e as tendências para o futuro. Acompanhe!

A evolução da tecnologia na gestão de projetos e obras

Até algum tempo atrás, os fluxos de trabalho eram manuais e as empresas de construção civil e engenharia empregavam um esforço maior para controlar a execução do projeto. Atualmente, o cenário é bastante diferente e vai muito além de programas como o CAD.

Se anteriormente o profissional podia fazer apenas o desenho do projeto, agora é possível visualizar os detalhes em três dimensões para evitar imprevistos.

Por meio de softwares CAD/CAM (Computer Aided Design/Computer Aided Manufacturing), o profissional é capaz de realizar cálculos estruturais e simular vibrações, carregamentos, deformações e efeitos de calor.

Da mesma maneira, a renderização favorece as visualizações simuladas externas e internas, assim como os fluxos de objetos, pessoas e materiais, e, por fim, a decoração e o acabamento virtualizados. Tudo isso contribui para que o cliente escolha o que deseja e fique mais satisfeito ao final do projeto.

Assim, no cenário econômico nacional, a tecnologia empregada em projetos e obras é um diferencial na busca por eficiência e produtividade. Por essa razão, as empresas de hoje estão mais competitivas, dinâmicas e globais.

É importante mencionar que tudo isso passa pela revisão tecnológica — apesar de a indústria da construção ainda oferecer pouco espaço para as tecnologias. De toda forma, é possível empregá-la em vários segmentos, por exemplo: metodologias, materiais, maquinários, sustentabilidade e sistemas de comunicação.

Em outras palavras, as inovações tecnológicas são indispensáveis para que as companhias continuem atuando no mercado. Portanto, é preciso conhecer as novidades e fazer uso das ferramentas disponíveis.

O impacto que a tecnologia trouxe

Os recursos tecnológicos influenciam muito o gerenciamento de projetos e obras. Além do mais, é necessário perceber que esse setor está em constante construção — e, por esse motivo, sempre existem novos processos e materiais que facilitam o alcance de maior produtividade com menor custo.

Desse modo, os benefícios de usar a tecnologia na construção civil são bastante variados. Ainda assim, se separarmos a execução de um projeto em três principais etapas, a influência pode ser visualizada nos aspectos abaixo!

Gestão de projetos

Os softwares mais modernos permitem desenhar e visualizar simulações externas e internas das construções — inclusive com detalhes, como destacamos anteriormente.

O resultado é uma observação mais ampla do cliente a respeito do projeto. Assim, ele poderá dizer se está satisfeito ou se algo a mais precisa ser feito para alcançar a sua expectativa.

Gestão financeira e de tempo

O uso das tecnologias modernas favorece a ordenação do fluxo de fornecimento de insumos e de material. Ao mesmo tempo, contribui para a alocação do tipo e da quantidade adequada de mão de obra para cada etapa. Assim, há mais condições de fazer uso otimizado da força de trabalho, do espaço do canteiro e dos materiais. O resultado é a redução dos desperdícios e das perdas.

Para entender como isso funciona, basta observar a tecnologia de armazenamento de dados em nuvem. O cloud computing permite aos envolvidos manter seus documentos, arquivos de imagens, notas fiscais, orçamentos, relatórios etc. de forma segura. Também é possível acessá-los a qualquer momento e de qualquer dispositivo com internet.

A consequência é uma boa organização e gestão de documentos. Você também tem menos chances de perder informações, especialmente as que são relevantes para o negócio.

Gestão da execução de obras

A execução de projetos e obras está cada vez mais automatizada e mecanizada, medida que traz precisão e centralização dos dados. Com isso, as tecnologias auxiliam na realização de trabalhos com mais rapidez e eficiência — desde que haja um profissional capacitado para manuseá-las.

Por isso, é necessário aperfeiçoar e qualificar a mão de obra, a fim de garantir que todos os trabalhos sejam bem executados. Ainda assim, esse é um conceito diferenciado, já que os procedimentos são realizados em plataformas online e offline, garantindo uma atualização constante e frequente.

Lembre-se, ainda, de que há uma forte colaboração digital que permite compartilhar informações em diferentes atividades, como gestão de design, de contrato, de performance e de documentos.

Do mesmo modo, os softwares permitem integrar o back office, por exemplo: contabilidade, recursos humanos e financeiro. Com isso, o máximo de dados administrativos é repassado aos diferentes colaboradores, medida que facilita uma tomada de decisão mais acertada.

As inovações e as tendências

A introdução de tecnologias na gestão de projetos e obras será sempre contínua, e caminha de acordo com o desenvolvimento da humanidade. Além do mais, ela pode ser inovadora ou uma reciclagem dos processos já conhecidos.

De qualquer maneira, a tendência é a evolução em prol da sustentabilidade, do meio ambiente e, também, da produtividade — pois é assim que serão evitados os desperdícios e considerado o reaproveitamento de recursos e insumos.

Dentro dessa visão, é possível citar os softwares de projetos que simulam e criam hipóteses para prevenir gastos com possíveis erros e retrabalhos. Outra possibilidade é a racionalização de recursos renováveis, como água e energia elétrica, que diminuem os custos do projeto e contribuem com o meio ambiente.

O BIM (Building Information Modeling, ou Modelagem da Informação da Construção) também é uma revolução na gestão do empreendimento, já que simula diferentes informações e permite identificar problemas de compatibilização entre os projetos, acelerar o processo de orçamento, compreender o efeito da iluminação e etc.

Diante desse escopo, podemos citar algumas tendências. Acompanhe!

Materiais inovadores

O desenvolvimento de novos materiais é constante. É o caso de substituir a alvenaria por drywall, que é mais leve, ocupa menos espaço e é mais fácil e rápido para montar, por exemplo. Outras possibilidades são:

  • contrapiso autonivelante, que fica totalmente assentado em menos tempo;
  • borracha líquida, utilizada como técnica de impermeabilização de aplicação facilitada;
  • técnicas de tracionamento de aço em concreto protendido.

Em todos os casos, o objetivo é reduzir mão de obra e economizar tempo.

Modelagem precisa

O BIM oferece uma ideia mais real da construção que será feita, e é apenas o começo de uma mudança geral. A expectativa é que essa visualização seja mais efetiva com o passar do tempo, situação que tornará o trabalho mecânico do engenheiro ainda mais automatizado.

Com isso, esse profissional terá mais tempo para se dedicar à gestão do projeto. Ainda, essa tecnologia poderá utilizar a inteligência artificial e a Internet das Coisas (IoT) para fazer uma leitura de modelagem mais precisa.

Plataformas de gestão de obras

Essa ferramenta simplifica a coleta, a organização, o compartilhamento e a visualização de informações geradas para facilitar as tomadas de decisão. O objetivo é diminuir o prazo de execução do projeto e usar menos recursos.

Assim, você consegue controlar a entrada de materiais, o uso deles, o rendimento da mão de obra e etc. Além disso, todas as informações ficam centralizadas em apenas um local — isso permite que o gestor verifique o status de cada situação rapidamente e possa chegar a insights válidos.

Como você pôde perceber, a tecnologia na gestão de projetos e obras é bastante válida e tende a oferecer mais facilidade na execução das atividades. Por meio dela, seu negócio ainda conquistará vantagens competitivas e estará preparado para o futuro.

E então, como a tecnologia está sendo usada na sua empresa? Conte para nós, deixando seu comentário!

leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.